quinta-feira, março 23, 2006

Como se sabe, a língua é um fenômemo social e reflexo do nosso modo de ser e de estar no mundo. Neste contexto, o aprendiz de uma língua deve ser culturalmente competente para reconhecer condutas, comportamentos, atitudes e utilizar esta competência para se comunicar. Ou seja, aprender uma língua é muito mais que aprender signos, letras e sons, é também ser culturalmente competente.Esse tipo de saber é muitas vezes mais difícil de se adquirir porque ele funciona a partir de implícitos codificados. Por exemplo, para entender o siginificado da frase "colocar mais água no feijão", o aprendiz de português deve perceber formas simbólicas estabelecidas e compartilhadas pela comunidade lingüística e cultural diferente daquela a que pertence. A compreensão dessas formas simbólicas, auxiliam o aprendiz a antecipar condutas adequadas no contexto de interações socias.No sentido amplo, os valores de uma sociedade, os costumes alimentares, a religião dominante, dentre outros aspectos, são elementos que participam da cultura de um determinado grupo lingüístico e são fundamentais e devem ser levados em conta no ensino/aprendizagem de uma língua.E você, poderia citar alguns exemplos ou situações vividas em que o uso de uma palavra provocou risos ou mal entendidos?Até a próxima.
(Texto da profª e Drª Lúcia Maria de Assunção Barbosa (UFS Car),divulgado no minicurso " O Léxico Culturalmente Marcado em Letras de Canções Brasileiras." Apresentado no II Congresso de Português Língua Estrangeira , organizado pela Casa do Brasil em Buenos Aires- Argentina )

2 Comments:

At 11:38 AM, Anonymous Anônimo said...

Como professores de português LE devemos sempre ter consciência que língua e cultura são instâncias indissociáveis. É preciso que nossos alunos percebam que falar português é ter a oportunidade de conhecer outra realidade cultural, outro modo de ser e de fazer as coisas. É entrar em outro mundo.

 
At 8:39 PM, Blogger olga protasio said...

Tive uma experiencia em sala de aula com um grupo de pessoas adultas que riam muito quando eu disse: "O homem estava muito machucado." No final da aula fui saber que aqui no Chile se usa "machucado" para coisas podres como "o tomate esta todo machucado" ou para bebados.... outra experiencia foi com a palavra "esquisito" que para nós brasileiros é sinonimo de raro, estranho enquanto que no Chile "uma comida esquisita é deliciosa!!!".

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home